SCM Music Player - seamless music for your Website, Wordpress, Tumblr, Blogger.

00:01


O dia começa.
Cinderelas perdem o encanto.
Crianças dormem, adultos madrugam.
O amanhã começa e o hoje se vai, ou seria o ontem?
Um ano se rompe, novas esperanças, novas promessas, novos amores, talvez novas quedas, mas sempre novas voltas por cima.
Um recomeço, ou apenas uma continuação.
Meia noite e um por ser um inicio, por  ainda estar escuro mas sabermos que já é um novo dia.
Meia noite e um por ser tarde pra ontem e cedo pra hoje.
Meia e um por ser uma hora confusa pra se perguntar a data do dia.
Meia noite e um porque todos um dia precisam de um novo começo.

Poderíamos...

Poderíamos casar. Não chegaríamos sequer perto do exemplo de família perfeita. Teríamos um apartamento, quem sabe uma casa com jardim e um cão com pêlo brilhante. Improvável. Tomaríamos café às cinco da tarde. Você reclamaria o fato de eu ligar o chuveiro horas antes de ir para o banho. Eu, por você ter arranhado meu CD de jogo favorito. Eu não admitiria o quanto você fica bonito quando bravo e você não diria que lembra da cor do sapato que eu usei quando nos vimos pela primeira vez. Discordaríamos quanto à cor das cortinas. Não arrumaríamos a cama diariamente, tomaríamos chá e comeríamos torradas. A geladeira seria repleta de congelados e refrigerantes, o armário, de porcarias. Adiaríamos o despertador umas trinta e duas vezes só para ficarmos horas na cama enrolando e falando qualquer besteira.  Sentaríamos na sala de pijama e pantufas, você iria direto para a geladeira pegar uma água para tomar. Você saberia o nome do meu perfume, eu saberia onde você largou a última edição da revista de fotografia. Sairíamos pra jantar em algum dia de chuva e não nos importaríamos em chegarmos encharcados. Dormiríamos com o computador ligado. Nos beijaríamos no meio de alguma frase. Você pegaria no sono com a minha mão no seu cabelo e eu, escutando sua respiração. Eu riria sem motivo e você perguntaria por que, eu não responderia. Saberíamos. Poderíamos casar.

Essa noite não teve nada que me esquentasse, não teve sonho que me absolvesse de tanto mal, não teve band-aid que ajudasse na dor, não teve palavra que me acalmasse, não teve remédio que me curasse, não teve piada que me alegrasse, não teve veneno que me entorpecesse, não teve sono que me matasse, não teve cor que me ressuscitasse, não teve nada que mudasse.  E nada mudou.

Isso deve ser


Acredite, eu não acredito em amor à primeira vista nem em “cliques” do coração ao falar com alguém pela primeira vez. Mesmo assim, havia algo na primeira conversa, real e reconhecível que não me deixava desviar a atenção. Algo me dizia que você não duraria apenas pelo tempo em que nos conheceríamos e pararíamos de nos falar pela total falta de assunto ao passar dos dias.
Algo me atraía para você desde o seu primeiro “oi” e sua primeira pergunta ou confissão de como queria se desvencilhar daquilo que te fazia mal. Eu sabia que você era pra mim, e acho que você soube também.



Isso deve ser amor.

Priscila Lima

Minha foto
priscila♥
cachinhos, óculos, camiseta, jeans apertado, tênis, mochila, câmera, tintas, alargadores, feminismo, veganismo, skate, hardcore, straight edge, lover, fotógrafa, graffiteira e louca
Visualizar meu perfil completo

seguidores

Blog contents © Priscila Lima 2011