SCM Music Player - seamless music for your Website, Wordpress, Tumblr, Blogger.

Susto

Um não, às vezes um "não sei"
Janela, madrugada, luz tardia
E o medo nos acorda

Pára e bate o coração
Em pura disritmia
O medo amedronta o medo
Vela, madrugada, dia,
Assim como a saudade
Ou uma frase perdida

Durma, Medo Meu
Durma, Medo Meu

voltar no tempo...



era só o que eu queria fazer agora.

:'(

Pela primeira vez, ele foi embora de verdade.
Pela última vez, ele foi embora

Renda-se, como eu me rendi.
Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei.
Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento. 

Clarice Lispector

Se...

"Mas se eu tivesse ficado, teria sido diferente?
Melhor interromper o processo em meio: quando se conhece o fim, quando se sabe que doerá muito mais -por que ir em frente?
Não há sentido: melhor escapar deixando uma lembrança qualquer, lenço esquecido numa gaveta, camisa jogada na cadeira, uma fotografia –qualquer coisa que depois de muito tempo a gente possa olhar e sorrir, mesmo sem saber por quê.
Melhor do que não sobrar nada, e que esse nada seja áspero como um tempo perdido.Eu prefiro viver a ilusão do quase, quando estou "quase" certa que desistindo naquele momento vou levar comigo uma coisa bonita.
Quando eu "quase" tenho certeza que insistir naquilo vai me fazer sofrer, que insistir em algo ou alguém pode não terminar da melhor maneira, que pode não ser do jeito que eu queria que fosse, eu jogo tudo pro alto, sem arrependimentos futuros!
Eu prefiro viver com a incerteza de poder ter dado certo, que com a certeza de ter acabado em dor. Talvez loucura, medo, eu diria covardia, loucura quem sabe!"


c.f.a.

e s p e r a . . .

Bom, feliz talvez ainda não. Mas tenho assim... aquela coisa... como era mesmo o nome? Aquela coisa antiga, que fazia a gente esperar que tudo desse certo, sabe qual?
— Esperança? Não me diga que você está com esperança!
— Estou, estou.




te amo, amor 


Porcos com asas

Palavras obscenas sussurradas no seu ouvido. Enquanto o suor escorre de nossos corpos. Quanto vale o amor? Qualquer preço! Qualquer vida... Não Tem preço!!!
Rosnar como animais que somos, perder todo tipo de moral. Fazer das palavras ações. Nossa vida, orgasmos liberados, criando agora nossas realidades, existe algo mais a fazer além disso? Não tenhas medo, pois de você, de mim, do mundo, da vida quero pouco... apenas tudo! Roubar-te sempre e destroçar o tempo, quebrar os relógios e assim acabar com o controle. Tempo eterno se transforma este instante de magia e quando pedes para sentir meu cheiro, na boca o beijo do desejo que só depende de nós.
No céu com vendas nos olhos, coração aberto, corpos em chamas, vivendo como porcos com asas


Sublimação

Manhãzinha... era tua voz que me acordava.
Não eram os passarinhos.
Estes vinham depois...


Meio dia... era teu calor que me queimava.
Não era o sol.
Este vinha depois...


Tardezinha... era teu olhar que me iluminava.
Não eram as estrelas.
Estas vinham depois...


Meia noite...era teu beijo que me esperava.
Não era o sono.
Este vinha depois...


Te amo, amor

"Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato... Ou toca , ou não toca ".
Clarice Lispector


e eu te entendo, leãozinho.

Manda-me um beijo
De carona com o vento
Manda-me um beijo
De tempo em tempo,
Que espero ansiosa
Na estação amor.

Acordo no meio da noite e olho o meu amado
Passo a mão em seu cabelo embaraçado pelo sono
Afago seu corpo enrodilhado a ressonar
E beijo seu rosto que me delicia.
E em mim
O desejo de mulher que só te quer acordar
E te deixo dormir, envolto em sonhos.
Amanhã hás de me amar!
Paciencia...

Priscila Lima

Minha foto
priscila♥
cachinhos, óculos, camiseta, jeans apertado, tênis, mochila, câmera, tintas, alargadores, feminismo, veganismo, skate, hardcore, straight edge, lover, fotógrafa, graffiteira e louca
Visualizar meu perfil completo

seguidores

Blog contents © Priscila Lima 2011